Placas da Vergonha

No estado de Ohio, pessoas que tiveram problemas com embriaguez no volante podem ser obrigadas a terem a placa de seus carros alteradas para placas amarelas, de fácil reconhecimento. Foi uma das medidas do governo, que ajudaram a coibir esse tipo de infração no estado. Mas esse tipo de decisão mexe também com a privacidade de cada um, afinal, é lícito ter de mostrar a todos que você já foi pego dirigindo bêbado?

Eles levam a sério: fonte http://goo.gl/ldCd7l
Eles levam a sério: fonte http://goo.gl/ldCd7l

A questão é polêmica, e levanta argumentos que vão desde a vergonha e ter de andar em um carro com este tipo de placa, até os mais liberais que falam que isso incentiva as pessoas a não cometerem esse tipo de infração. Nos Estados Unidos, cada estado tem autonomia o suficiente para regularizar sua própria lei contra embriaguez no volante. Em Ohio, você é considerado embriagado se tem mais do que 0,8% de alcool no sangue (aproximadamente cerca de 2 latas de cerveja 350ml dependendo do seu peso) ou se for menor de 21 anos 0,2% de alcool no sangue. As multas e penas vão variando de acordo com o número de delitos cometidos (1 a 4). Esses delitos são enumerados a cada 6 anos, ou seja, se for pego uma vez embriagado no volante, você pode ter de pagar uma multa mais cara, e ser preso mais facilmente (e por mais tempo) se voltar a cometer a mesma infração ao longo de seis anos:

1° delito 2° Delito 3° Delito 4°Delito
Pena 3 dias a 6 meses 10 dias a 1 ano 30 dias a 1 ano 60 dias a 1 ano
Multas U$ 250 a 1000 U$ 350 a 1500 U$ 350 a 1500 U$ 800 a 10 000
Suspenção da habilitação 6 meses a 1 ano 1 a 5 anos 1 a 10 anos 3 anos a suspensão permanente.

Outro detalhe importante é a questão de como o policial pode abordar e verificar se o motorista pode ou não estar bêbado. Se por acaso o policial abordar, e verificar que não consegue passar por testes básicos de verificação (permanecer de pé com apenas uma perna, falar o abecedário inteiro, entre outros) o policial já pode apreender o veiculo e prender o suspeito. As regras são ainda mais duras se você se recusa a fazer o teste químico:

1° Delito 2° Delito 3° Delito
Recusar a fazer teste químico 1 ano de suspenção da habilitação 2 anos de suspenção da habilitação 3 anos de suspenção da habilitação

Ou seja, além disso tudo, o juiz, na hora da decisão da sua pena e multa, pode ainda solicitar que seu carro tenha placas amarelas para que saibam que você já teve problemas com as autoridades quando decidiu beber e dirigir.

No Brasil:

A nova “lei seca” no Brasil se da em tolerância zero a qualquer indicio de álcool no organismo. E multa pesada: R$ 1915,00 a ser cobrada da pessoa que infringi-la, dobra-se o valor em caso de reincidência durante um ano. Para averiguação, o oficial pode não só medir pelo bafômetro, bem como se utilizar de outras provas como atitudes que demonstram estado de embriagues, como vídeos, testemunhas ou relatos. A pena é de 6 meses a 3 anos de prisão.

Placa amarela do estado de Ohio, voltada para quem teve problemas de beber e dirigir
Placa amarela do estado de Ohio, voltada para quem teve problemas de beber e dirigir

É certo o modo de atuação norte americano, de fazer valer a lei, de penalizar ainda mais aqueles que insistem em fazer algo errado. A lei é mais taxativa, voltada a educação do cidadão e ao estímulo de que o erro não se repita. Ha também uma forma racional de mesurar aqueles que estão aptos a dirigir dos que não, através da medição do nível de álcool que pode ser detectado no sangue. Isso ajuda não só a separar como também ajuda a fiscalizar quem realmente causa acidentes e mortes. Afinal, quem mata não é aquele que bebe 2 cervejas, mas sim o que bebe mais do que 20 cervejas. A lei seca no Brasil acaba se tornando meramente taxativa, arrecadatória, voltada mais para simplesmente multar e arrecadar dinheiro do que efetivamente educar os motoristas, pois acaba multando e pontuando na carteira aquela pessoa que só quis sair e beber pouco, ou seja uma pessoa totalmente capaz de dirigir bem como a pessoa que efetivamente bebe todas e assume o risco de matar tentando dirigir um veículo sem condições mínimas para isso.

E você, o que acha das placas amarelas de Ohio? Deveríamos ter uma solução semelhante? Acha que motoristas beberiam menos pelo risco de ficar com uma placa vergonhosa? Curta e comente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s