Outros Pilotos que Desistiram da Aposentadoria

A volta da aposentadoria não foi algo inventado pelo Felipe Massa. Antes dele, muitos pilotos também voltaram atrás. Alguns com sucesso, outros nem tanto:

  • Michael Schumacher:
    Schumacher saiu em 2006 depois de conquistar a grande maioria dos recordes da F1 pela Ferrari, se aposentou em seu auge. Quando voltou, pela Mercedes em 2010, seu desempenho deixou muito a desejar, alguns questionando até seus reflexos. Apesar disso, a forma como o carro da Mercedes evoluiu para a época foi de fundamental importância para despontar.
  • Alain Prost:
    Em um momento sabático, deixou a Ferrari em 1991 e por contrato não podia correr em outra equipe em 1992. Livre em 1993 fez acordo com a Williams e venceu o campeonato com folga. E dai se aposentou de vez.
  • Kimi Raikkonen:
    O mais velho ainda ativo na F1, o caso de Raikkonen foi complicado: deixou em 2010 a Ferrari, foi substituído pelo Fernando Alonso. No hiato, experimentou várias categorias, dentre elas, rally. Voltou pela Lotus Renault, e conseguiu reavivar a carreira novamente pela Ferrari que está até hoje.

Quer saber de outros famosos como Niki Lauda, Nigel Mansel e outros que voltaram depois da aposentadoria? Confira a matéria completa no Uol Esporte!

Anúncios

Há 6 Anos, Massa conheceu seu substituto na Williams

Em 2010 Massa não sabia, mas o menino de então 12 anos que acabava de entrar na escola de pilotos da Ferrari, Lance Stroll seria o seu substituto da Williams em 2017. A cena foi resgatada pela Fórmula 1:

Fonte: JovemPan

Gp dos Estados Unidos 2016: Helicóptero na P3

Pra quem perdeu a terceira rodada de treinos livres, um helicoptero passou rasante na pista, confira as imagens no tweet do @Mattzel89:

 

Os 5 Melhores Momentos do Gp do Japão 2016

Pra quem dormiu, alguns dos momentos mais legais da última corrida F1:

1. O atraso de Hamilton:

2. A “salvada”de Kimi
jp-f1_1

3. O “See you later” (ou seria sayonara?) do Hulkemberg em cima do Bottas:

4. O Vettel descontente com os retardatários e bandeiras azuis:

5. A batalha pelo segundo lugar; Verstappen honra o nome do pai mostrando que é um piloto arrojado;

jp-f1_2

Fonte: Carthrottle

Pit-stop “coordenado” por Schumacher

Uma das diversas publicidades realizadas pela Shell ainda de quando o alemão corria pela Ferrari.

Exibição de gala de Juan Manuel Fangio

Demonstração em Mônaco com a Ferrari na qual ganhou o título de 1956.

Igual a Fama da marca, Ferrari de Fernando Alonso pega fogo

Foto: Reprodução / Twitter Formula1.com
Foto: Reprodução / Twitter Formula1.com

Não são todas as Ferraris que pegam fogo, mas vamos concordar que existem uma boa parcela de noticias mostrando uma Ferrari em algum lugar do mundo pegando fogo. E não foi diferente para o Alonso, nos treinos livres do Gp do Brasil, teve que dar uma de bombeiro. Alonso, como se fosse algo corriqueiro, com uma certa calma parece sair normalmente do monoposto (chega até colocar o volante de volta), corre pra pegar um extintor e resolve o problema antes da equipe de segurança chegar. Prático, não?

Veja o vídeo no Globo esporte!