Supercarros da Policia de Dubai

Um aperitivo da felicidade que deve ser guiar um dos super carros da polícia de Dubai: um sonho de poucos

Rush – Red Barchetta : música sobre um modelo de Ferrari / Rush’s song about a kind of Ferrari

A Ferrari Preferida de John Lennon

Imagine?

O blog da Garagem do Bellote teve a excelente oportunidade de dirigir uma Ferrari 330 GT, modelo igual ao primeiro carro do beetle Jonh Lennon. Foram feitas apenas 1080 unidades, e contém todo o charme da Ferrari clássica: motor V12 dianteiro, 4 litros capaz de produzir cerca de 300 cavalos de potência. O Próprio Renato Bellote fez um vídeo falando do prazer de se dirigir essa raridade:

Fonte: Webmotors; Garagem do Bellote

Exibição de gala de Juan Manuel Fangio

Demonstração em Mônaco com a Ferrari na qual ganhou o título de 1956.

Como Chegam os Importados no Brasil?

Por navio. Avião acaba triplicando o valor da importação, então essa opção é só para endinheirados. Além de já caros, os importados tem diferentes portos de entrada pelo Brasil, dependendo aonde a marca é mais forte e sua estratégia de distribuição: de acordo com a Car and Driver, a regra geral é usar o porto mais próximo de seus centros de logística ou de futuras instalações. Confira abaixo e no mapa onde cada fabricante encomenda seus importados:

  • Itapoá (SC): BMW e Mini.
  • Paranaguá (PR):  Volkswagen (sul, sudeste e centro oeste).
  • Rio de Janeiro (RJ): Chrysler, Dodge, Fiat. Jeep, Nissan, Peugeot e Citroën.
  • Rio Grande (RS): Chevrolet.
  • Salvador (BA): JAC.
  • Santos (SP): Fiat, Honda, Mercedes Benz, Mitsubishi, Suzuki, Ferrari, Masserati, Rolls Royce e Lamborghini.
  • Suape (PE): Volkswagen e Chevrolet (norte e nordeste).
  • Vitória (ES): Audi, Chery, Hyundai, Jaguar, Land Rover, Toyota, Lexus, Kia, Volvo e Porche.
  • Uruguaiana (RS): Toyota (Hilux e SW4).

carros_importados_brasil

Fonte: Car and Driver

Ferrari Conceito F80

Feito por Adriano Raeli

Zerinhos Em Uma Ferrari F40

Uma das coisas mais sensacionais de se fazer deve ser arrancar e fazer alguns zerinhos com uma Ferrari F40:

A F40 é até hoje uma das mais elogiadas máquinas feitas pela Ferrari, mais ainda por puristas. Foi um diferencial na época de seu lançamento por trazer uma máquina pura, sem nenhum tipo de controle de tração, ou assitências para “ajudar” o piloto. Sim, os 478 cv estão todos lá brutalmente disponíveis para acelerar. O motor é um V8 2,9L biturbo, design feito pela Pininfarina, pesando meros 1 100 kg, com números pomposos: faz de 0 a 100km/h em  3,8s, máxima de 324 km/h. Tudo isso feito em  É considerado o “pai” da F50 e avô do modelo Enzo Ferrari, e apesar de ter toda essa linhagem esportiva, o modelo foi inicialmente concebido apenas para produção de carros comerciais. Tudo isso em 1988.

Fez tanto sucesso que desenvolveram a F40 LM (abreviação para Le Mans) este sim voltado para corridas profissionais. Foram produzidos 19 modelos especiais, usava o mesmo motor V8 biturbo como diferencial tinha suspensão revisada, freios maiores, um chassi reforçado e um motor mais potente, 720 cv. Além disso usava dois IHI Turbos com Dois Behr intercoolers com peso total de 1050kg e sua velocidade máxima atngia 367 km/h, fazendo de 0 a 100 em 3.1 segundos.