Mecanismo Anti Furto da Rolls Royce

rolls.gifO “espírito do êxtase”, simbolo da Rolls Royce possui um mecanismo anti-furto que é rapidamente “escondido” quando se mexe com ele.

Fonte:Sploid

O Rolls Royce Presidencial

O carro presidencial
O carro presidencial

Ele foi sempre famoso: o Rolls Royce Silver Wraith 1952 é uma relíquia: com apenas 3 exemplares pelo mundo, o modelo presidencial é utilizado apenas para duas ocasiões, para o desfile do 7 de setembro e para posses presidenciais. Dentro dele, já desfilaram todos os presidentes da república durante os últimos 60 anos, e também famosos como o ex presidente francês Charles de Gaulle, a rainha Elisabeth II e o astronauta Yuri Gagarin. A história dele também é muito legal: foi entregue ao ex-presidente Getúlio Vargas em março de 1953 uma doação de Assis Chateaubriand, e foi incorporado ao patrimônio da presidência da república em 1968.

O carro presidencial foi fabricado em 1952 na Inglaterra, foi o primeiro carro produzido pela empresa depois da 2ª Guerra Mundial, tem apenas 28 mil km, transporta 7 pessoas, tem motor 6 cilindros em linha e faz cerca de 4 km por litro. O modelo pode levar até 8 pessoas, num tempo em que espaço não era problema, ele apresenta cerca de 5,65 metros de comprimento, 1,85 metro de altura, 2,30 metros de largura. Para mante-lo empecável, uma vez por semana um funcionário do governo dirige por cerca de 20 minutos na garagem da presidência.

Para quem quer vê-lo de perto, o modelo está em exposição toda sextas feiras, durante o arriamento da bandeira e nos domingos na área externa do paláco do planalto. Ficou curioso sobre carros dos presidenciáveis? Você também pode ver quais carros cada candidato a presidência das eleições 2014 tem.

Como Chegam os Importados no Brasil?

Por navio. Avião acaba triplicando o valor da importação, então essa opção é só para endinheirados. Além de já caros, os importados tem diferentes portos de entrada pelo Brasil, dependendo aonde a marca é mais forte e sua estratégia de distribuição: de acordo com a Car and Driver, a regra geral é usar o porto mais próximo de seus centros de logística ou de futuras instalações. Confira abaixo e no mapa onde cada fabricante encomenda seus importados:

  • Itapoá (SC): BMW e Mini.
  • Paranaguá (PR):  Volkswagen (sul, sudeste e centro oeste).
  • Rio de Janeiro (RJ): Chrysler, Dodge, Fiat. Jeep, Nissan, Peugeot e Citroën.
  • Rio Grande (RS): Chevrolet.
  • Salvador (BA): JAC.
  • Santos (SP): Fiat, Honda, Mercedes Benz, Mitsubishi, Suzuki, Ferrari, Masserati, Rolls Royce e Lamborghini.
  • Suape (PE): Volkswagen e Chevrolet (norte e nordeste).
  • Vitória (ES): Audi, Chery, Hyundai, Jaguar, Land Rover, Toyota, Lexus, Kia, Volvo e Porche.
  • Uruguaiana (RS): Toyota (Hilux e SW4).

carros_importados_brasil

Fonte: Car and Driver