Os 3 Carros Mais Caros nos Estados Unidos

Quando se fala de preços, sabemos que o Brasil é um padrão de preços abusivos, principalmente quando falamos sobre Carros. E a discussão sobre o preço Brasil, de impostos a lucros abusivos, vai além do coompreensivel.

Já nos Estados Unidos, o fã de carro é muito mais feliz; uma infinidade de carros a disposiçao, além de muito mais acessíveis. Isso não impede porém de existirem carros muitos caros. E a lista abaixo mostra os carros mais caros feitos nos Estados Unidos que seus cidadãos podem comprar:

3. Acura NSX:

acura nsx

A Acura é o braço da Honda no mercado norte americano, quase nos mesmos moldes que a Lexus foi criada pela Toyota. E é claro que quando a Honda planejou o novo Nsx ele planejou lançá-lo num mercado promissor e concorrido, como o dos Estados Unidos. Com a bagatela de 157 mil a 200 mil dólares voc6e já consegue levar um desses pra casa!

Continuar lendo

Anúncios

Honda S660

2015_honda_s660_2
Pequeno, porém bem esperto!

O S660 é um carro esportivo fabricado pela Honda que se encaixa na categoria de Kei Cars japoneses. O carro tem aproximadamente 830 kg com transmissão manual e 850 kg com transmissão CTV. Seu protótipo apareceu pela primeira vez em 2013 no Salão de Tóquio e é o sucessor do então Honda Beat. O nome foi uma convenção da honda de se utilizar “S” em seus carros conversíveis, com o deslocamento do motor, que no caso é de 660 cc. É também considerado uma versão moderna do primeiro carro a ser produzido pela montadora, o Honda s500.

 O S660 é um carro esportivo leve e conversível. Ele usa a mesma plataforma do Honda N-one. Suas dimensões, por conta da legislação japonesa de Kei -cars são quase idênticas ao Honda Beat e usa o mesmo motor 3 cilindros, com algumas melhorias mecânicas.

No Japão, o modelo usa um motor de 660 cilindradas com aproximadamente 63 cv de potência e 10,4 mkgf de torque. Um modelo que vai para exportação, por ficar livre das regulações japonesas, usa um 1.0 turbo que sobe a potência para mais de 120 cv.

O motor é central traseiro, preferido de puristas automobilísticos, e dá uma boa pegada ao modelo,  a distribuição de peso é de 45/55 frente/traseira. O desenvolvimento do modelo foi liderado por Ryo Mukumoto que venceu seus outros 400 adversários da própria Honda e fez dele o mais novo engenheiro chefe da história da montadora. Ele tinha apenas 22 anos quando foi escolhido e foi dado 5 anos para desenvolver o S660.

Tabela Geral:

Honda S660 / Honda S1000
Fabricante Honda
Produção 2015
Tipo / Chassi Conversível / Kei Car
Layout Motor central-traseiro
Tração Traseira
Transmissão 6 marchas – Manual / Automática sequencial (CVT)
Motor 660 cc / 1.000 cc turboalimentado
Peso 830 kg (manual) / 850 (CVT)
Comprimento 3,39 metros / 3,54 metros (S1000)
Largura 1,47 metros / 1,67 metros (S1000)
Altura 1,18 metros
Predecessor Honda Beat

Fonte: Wikipedia
Fotos: pinimg; TheTruthAboutCars; TheMotorReport

Última vitória na F1 da parceria McLaren-Honda: GP da Austrália de 1992

Eleições 2014: Quais são os Carros dos Presidenciáveis?

O Rolls Royce presidencial: todos querem andar nele
O Rolls Royce presidencial: todos querem andar nele

Ser presidente de um país com certeza muda o cotidiano de qualquer pessoa. A Dilma por exemplo, em uma tentativa de voltar a ser uma anônima deu uma escapada de moto que driblou até seus próprios seguranças. Se estava pilotando ou não , nunca saberemos. Fato é que antes de serem presidentes ou figuras públicas, eram pessoas normais. E como pessoas normais, adquirem ou não carros para se locomoverem. Abaixo a lista de carros que os presidenciáveis declararam ao Tribunal Superior Eleitoral terem como patrimônio:

Dilma:

Tipo ao custo de R$ 30 mil?
Tipo ao custo de R$ 30 mil?

Dilma possui registrado em seu nome um Fiat Tipo 1996 no valor de compra de R$ 30.642. Sua acessoria porém menciona que a Presidente roda apenas com os veículos oficiais por questões de segurança.

Aécio: 
Aécio possui apenas 1 veículo em seu nome, um Freelander 2012 avaliado em R$ 166.500. Além disso, o candidato também roda com a frota de seu partido, o PSDB.

Eduardo Campos:
O falecido candidato tinha como veículos cadastrados um Kia Serato e um Fiat 500 modelos 2012.

Marina:
Marina não possui nenhum veículo cadastrado em seu nome. Costuma dar incentivo a veículos não motorizados como bicicletas (prometeu isentar os impostos) e costuma chegar em seus compromissos políticos com táxis.

Pastor Everaldo:
O candidato Pastor Everaldo possui um Toyota Corolla avaliado em R$ 28.451.

Luciana Genro:
É uma das presidenciáveis que também não tem nenhum carro no seu nome. Diz locomover-se com o carro de seu marido e com veículos do seu partido Psol.

Eduardo Jorge:
Fã do metro e desenfor dos transportes públicos, o candidato Eduardo Jorge possui dois veículos no seu nome, Um citroën C3 2010 de R$ 39.200 e outro Honda Fit que custou R$ 30 mil.

Eymael quem possui mais carros
Eymael é o candidato que mais possui carros

Jose Maria Eymael:
Candidato com maior patrimônio, possui 4 veículos cadastrados em seu nome: um Fiat Tipo 1994 de R$ 12.160 (curiosamente igual ao da presidente Dilma); uma Chevrolet Blazer 1999 que custou R$ 56 mil; um Peugeot 406 Sw 2001 (modelo “perua”) de R$ 25.998 e um Mitsubishi Pajero Full 2013 de R$ 142.500. Diz tambem fazer uso de automóveis de seu partido, o PSDC.

Levy Fidelix:
Em seu cadastro no TSE possui apenas um veículo porem não menciona a marca. Apenas um Fiat preto 1.6, 4 portas comprado por R$ 15.752.

Mauro Iasi/ Zé Maria/ Rui Costa Pimenta:
Os 3 últimos candidados também não declararam nenhum veículo no TSE.

Fonte: UOL Carros

Fotos: Vrum, Priscilla Mendes/G1

Como Chegam os Importados no Brasil?

Por navio. Avião acaba triplicando o valor da importação, então essa opção é só para endinheirados. Além de já caros, os importados tem diferentes portos de entrada pelo Brasil, dependendo aonde a marca é mais forte e sua estratégia de distribuição: de acordo com a Car and Driver, a regra geral é usar o porto mais próximo de seus centros de logística ou de futuras instalações. Confira abaixo e no mapa onde cada fabricante encomenda seus importados:

  • Itapoá (SC): BMW e Mini.
  • Paranaguá (PR):  Volkswagen (sul, sudeste e centro oeste).
  • Rio de Janeiro (RJ): Chrysler, Dodge, Fiat. Jeep, Nissan, Peugeot e Citroën.
  • Rio Grande (RS): Chevrolet.
  • Salvador (BA): JAC.
  • Santos (SP): Fiat, Honda, Mercedes Benz, Mitsubishi, Suzuki, Ferrari, Masserati, Rolls Royce e Lamborghini.
  • Suape (PE): Volkswagen e Chevrolet (norte e nordeste).
  • Vitória (ES): Audi, Chery, Hyundai, Jaguar, Land Rover, Toyota, Lexus, Kia, Volvo e Porche.
  • Uruguaiana (RS): Toyota (Hilux e SW4).

carros_importados_brasil

Fonte: Car and Driver

Se carros ficcionais fossem reais

I_vw

Se alguns carros de filmes famosos fossem realmente colocados em produção, teríamos que levar em consideração a relação custo benefício. Pensando um pouco dessa maneira, o artista Gerald Bear transformou esses veículos icônicos em carros de transporte um “pouco” mais acessíveis. Afinal, quem pode pagar um Mustang para transformá-lo no carro da série Super Máquina? Muito mais acessível um Fusca! Já a moto de luz usada no filme do Tron? Muito mais fácil se usar uma Honda Cn250! E, para que tanta potência de um Dodge no filme Os Irmãos Cara de Pau? Um Mini Cooper já da conta do recado!

Continuar lendo